Artigos

Compartilhe

Liderança Geral

Liderando em momentos de crise


As crises fazem parte da vida de todas as pessoas, mas, para os líderes, a experiência de crise está sempre por perto, é uma companheira constante. Todos os líderes de verdade enfrentam e são obrigados a administrar crises, portanto não estamos sozinhos nisso. O que precisamos é desenvolver cada vez mais sabedoria para lidar com as crises de forma proveitosa, sem deixar que elas nos derrubem, mas fazer delas um meio através do qual possamos crescer mais e mais como pessoas e como líderes.

As crises têm várias características, mas penso que podemos resumir em duas as fontes básicas para as mesmas: elas podem nascer dentro de nós ou vir de fora. Descobrir logo a real fonte da crise é uma sábia atitude.

As crises também têm vários níveis, mas todas elas são compostas de pequenos detalhes, que muitas vezes nos passam despercebidos. Faça um check-up dos detalhes, pois identificá-los logo irá economizar bastante energia.

Ser líder no meio da crise é um grande desafio, mas que pode ser vencido.

Ao liderar em meio às crises lembre-se que você não é Deus, portanto pode cometer erros, às vezes infantis. Devemos evitá-los, mas eles podem ocorrer. A grandeza de um líder não está em não errar, mas se errar, ser capaz de identificar o erro e tomar as medidas certas em relação a ele, por mais duras que elas sejam. O que pode nos levar a necessidade de acertos e reparações públicos.

Ao liderar em meio a crises lembre-se que Deus está do seu lado, Ele prometeu estar conosco todos os dias e os Seus recursos sobrenaturais estarão agindo a nosso favor. O que precisamos fazer é manter sempre a atitude de dependência e de servo que o Senhor espera de nós.

Ao liderar em meio a crises procure a ajuda externa sempre que possível. Um bom conselho, uma oportunidade de desabafo diante de um ouvinte atento e maduro podem produzir resultados extraordinários.

Ao liderar em momentos de crises não se esqueça que você ainda tem uma vida para viver, há esposa, filhos, amigos, companheiros que às vezes estão enfrentando batalhas maiores do que as nossas, e eles também precisam de nós.

Ao liderar em momentos de crises procure momentos de arejamento mental, onde você possa sair, pensar e principalmente orar e refletir diante de Deus, da maneira mais íntima possível, onde haja um derramar de sua alma diante do Senhor.

Ao liderar em momentos de crises faça das reuniões de busca de solução momentos de abertura, onde as realidades sejam expostas o mais claramente possível, onde as pessoas envolvidas possam falar abertamente, onde os dados podem ser somados e, à luz dos princípios bíblicos e da realidade constatada, dê a direção. Se não se sente seguro para isso na hora, e há tempo para pensar, use todo o tempo possível, mas posicione-se. Pior do que tomar uma decisão errada é não tomar nenhuma, o que já se constitui em uma posição infeliz.

Ao liderar em momentos de crises tente lembrar às pessoas envolvidas que nós estamos todos do mesmo lado e faça-os ver o que realmente importa ou qual é o nosso verdadeiro alvo. Se a crise envolve antagonismo com grupos estranhos, ame-os, tenha paciência, ore por eles, ceda no possível, mas mantenha a firmeza, não negocie o inegociável, nem faça promessas que não poderá cumprir.

Ao liderar em momentos de crises não tente agradar a todo mundo, você não conseguirá e ainda ficará frustrado consigo mesmo.

Ao liderar em momentos de crises devemos estar atentos a toda atitude de orgulho, politicagem ou rispidez carnal de nossa parte, não devemos permitir que a crise nos leve a comprometer a nossa santidade diante do Senhor e dos irmãos.

Ao liderar em momentos de crises tente chegar a melhor solução possível, reconhecendo que nem sempre você chegará ao nível que desejava alcançar, mas isso não é o fim, a vida continua, e muito conhecimento foi acumulado no enfrentamento da crise vivida.

Ao liderar em meio a crises cuide do seu interior, não se deixe envenenar emocionalmente, mantenha o moral alto e os sonhos vivos, lembre-se da sua visão original. Não fique culpando os outros ou alimentando uma auto-imagem derrotista, isso só vai piorar as coisas. A crise precisa ser administrada e você é o líder que Deus colocou no meio da situação.

Ao liderar em meio às crises lembre-se que Deus tem um propósito nisso, se você se mantiver perto Dele e sensível a Sua voz, Ele há de te revelar isso no momento certo.

Cada crise se constitui em uma grande oportunidade de avanço. Então, façamos das crises bases de lançamento para vôos maiores e excelentes, e não correntes que nos amarrem à mediocridade.

Ao vencer a crise dê glória ao Senhor, reveja os fatos, acumule sabedoria e compartilhe com outros os seus “insights”. Estamos todos no mesmo barco e, às vezes, ele balança um pouco mais, porém, ao final, pela fé, todos chegaremos ao nosso porto seguro.

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com.

Leia Também:
Superando a crise 
Líderes pacificadores
Lidando com situações de conflitos