Artigos

Compartilhe

Liderança Geral

Líder, quem influencia você?


Creio que alguém já deve ter dito que liderar é influenciar pessoas. Isso é fato. Assim sendo, quem influencia a vida do líder passa a ter um peso de importância multiplicado, tendo em vista que conscientemente ou não, na posição de líderes, estamos sempre repassando adiante algo das influências mais fortes que recebemos na vida.

Seria muito bom se todo líder tivesse um mentor ou algum outro líder a quem pudesse recorrer e compartilhar suas realidades, visando à elaboração de suas próprias idéias na troca de conhecimento com alguém mais experiente. Infelizmente, não é realidade na vida de muitos líderes, por uma série de razões que não cabe aqui listar. Mas nem tudo está perdido. Como líderes e, portanto, formadores de opinião, devemos buscar determinar, com bastante consciência, quem de fato irá nos influenciar espiritual, intelectual e eticamente.

Penso que uma das formas mais rápidas e eficazes que temos hoje para fazer isso é através daquilo que lemos. Um líder precisa ler bastante e com qualidade se quiser se manter em boa forma na liderança. Através de nossas leituras receberemos uma decisiva influência que poderá determinar até mesmo que tipo de líderes seremos. Se “somos aquilo que comemos”, podemos dizer também que somos aquilo que lemos. Afinal a leitura é  alimento para o nosso intelecto.

Há muito lixo “intelectual” espalhado por ai. Um líder que deseja ser eficaz precisa ser bem seletivo em suas leituras. Precisa definir que tipo de autor o influenciará, que tipo de pessoas o ajudará a formar seus pensamentos e estruturar a sua vida.

De certa maneira, os autores que lemos serão nossos mentores. Suas idéias e seus estilos marcarão indelevelmente o nosso pensar e o nosso agir, e esta influencia será repassada na direção dos nossos liderados. Portanto, podemos e devemos escolher com bastante cuidado quem irá nos influenciar na vida. Através de nossas leituras receberemos “combustível” para tocar nossa liderança, encorajamento, “insights”, percepções novas, redirecionamentos, poderemos confirmar ou avaliar pensamentos e atitudes, refinar ações, etc.

Um líder que não se capacita por meio da leitura está pecando contra seus liderados e perdendo uma grande benção. Boas leituras abrirão um mundo de perspectivas novas para o líder, dando-lhe uma maior autoridade intelectual, e lhe tornando uma ferramenta mais preparada para ser usada por Deus.

Como lembrou Billy Graham a um grupo de estudantes de teologia que “ninguém vai cortar lenha com um machado cego”, investir tempo em leitura e estudo “afiará” o nosso machado e tornará nosso trabalho mais dinâmico e produtivo.

Seja proativo na escolha de quem lhe influencia. Não fique atrás apenas da última ênfase editorial ou moda da auto-ajuda ou coisa parecida. Procure manter um leque de leitura abrangente, mas tenha aqueles autores que lhe serão referência, verdadeiros mentores, que lhe ajudarão a formar uma mentalidade produtiva, sadia, espiritual, dinâmica, comprometida, crescente, humilde, sonhadora e realizadora.

O nosso mestre Jesus merece o melhor de nós e isto passa pelo tempo que gastamos lendo, acima de tudo a sua Palavra, e pela qualidade daquilo que permitimos entrar em nossa mente.

Como líderes cristãos, precisamos responder a seguinte questão: quem temos deixado influenciar a mente que Jesus redimiu?

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com.

Leia Também:
Liderança é influência 
A missão de Jesus como modelo para o exercício da liderança
O líder completo inspira e motiva