Artigos

Compartilhe

Liderança Pastoral

Libertos da tirania da separação familiar


Então, Moisés e Arão foram conduzidos à presença de Faraó; e este lhes disse: Ide, servi ao SENHOR, vosso Deus; porém quais são os que hão de ir? Respondeu-lhe Moisés: Havemos de ir com os nossos jovens, e com os nossos velhos, e com os filhos, e com as filhas, e com os nossos rebanhos, e com os nossos gados; havemos de ir, porque temos de celebrar festa ao SENHOR. Replicou-lhes Faraó: Seja o SENHOR convosco, caso eu vos deixe ir e as crianças. Vede, pois tendes conosco más intenções. Não há de ser assim; ide somente vós, os homens, e servi ao SENHOR; pois isso é o que pedistes. E os expulsaram da presença de Faraó. 
Êxodo 10.8-1

Este presente mundo tem seus estratagemas para nos afastar do coração do Senhor. Ele não quer nos deixar livres. Resiste. Rejeita. Domina. Oprime. Esse texto deixa claro um de seus métodos. Quer separar a família. Deixava ir somente os homens para servir ao Senhor. Mas mulheres, crianças e bens deveriam ficar no Egito. Todos os sistemas autoritários agiram dessa maneira. Ao separarem pais de filhos, esposas de maridos, irmãos de irmãs, faziam com que a família perdessem sua identidade. A família, assim, perdia sua força.

Enfraquecida, toda a sociedade perdia sua voz, vontade, decisão. Dessa maneira a tiraniaaumentava. É importante discernir quais tem sido as maneiras de separação moderna. Talvez mais indireta e sofisticada, nossas famílias correm o risco de serem enfraquecidas e dominadas pelo Egito. Palavras, gestos e agenda podem aproximar, ou afastar. 

Vamos refletir sobre alguns tipos de separação dos dias de hoje:

1. Separação Física - muitas vezes causada pelo trabalho, viagens, uma agenda muito cheia.

trabalho pode criar isso, pois exige muito da presença. Os estudos podem separar e nunca mais juntar. O ministério também pode requisitar tanto de uma pessoa roubando seu tempo com a família. Uma família precisa ter tempo junto. Tomar uma refeição, passear, viajar, ou simplesmente ficar  "jogando conversa fora" são atividades saudáveis para cônjuges e filhos, avós, tios e primos. Crie estratégias. Seja intencional. Mas faça coisas juntos que sejam agradáveis. Seja leve.

Lucas 15.20 .  E, levantando-se, foi para seu pai. Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou.

2. Separação Social - refiro-me aos diferentes círculos de relacionamento de cada membro da família.

Não há problemas nas amizades em si. Ao contrário, somos seres sociais e sociáveis. Precisamos nos relacionar. Acontece que às vezes esses relacionamentos querem roubar nosso tempo com nossa família. É necessário equilibrar o tempo. Os excessos são perigosos e devem ser evitados.

Salmos 68.6   Deus faz que o solitário more em família.

3. Separação Afetiva - abraços, beijos, colo, carinho, gestos e palavras amorosas são naturais e necessários entre os membros da família.

Alguns tem muita dificuldade com essa aproximação física e criam distâncias que machucam e geram feridas e carências, às vezes invisíveis. Surpreenda. Faça um bilhete amoroso. Escreva uma carta carinhosa. Declare gratidão.

Salmo 128.3   Tua esposa, no interior de tua casa, será como a videira frutífera; teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa.

4. Separação Etária - as diferentes gerações tem gerado barreiras de comunicação e convívio.

Quer seja pelos lugares que frequentam, pelas preferências musicais, de entretenimento, filhos tem ficado muito distantes de seus pais. É necessário esforço de aproximação. Aos pais, cuidado para não imporem suas preferências em demasia. Aos filhos, cuidado para não rejeitarem tudo o que vem dos pais, só porque vem dos pais. Essas fronteiras intergeracionais devem ser diminuídas intencionalmente, com muita tolerância e esforço.

Zacarias 8.4, 5   Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Ainda nas praças de Jerusalém sentar-se-ão velhos e velhas, levando cada um na mão o seu arrimo, por causa da sua muita idade. As praças da cidade se encherão de meninos e meninas, que nelas brincarão.

5. Separação por Inimizade - episódios podem causar profundas decepções, brigas, contendas, conflitos.

Se situações não forem trabalhadas para a direção do perdão e reconciliação, uma parede de separação pode ser levantada para toda a vida.

Malaquias 4.6.   ele converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais, para que eu não venha e fira a terra com maldição.

6. Separação por Dinheiro - quando um dos familiares torna-se pesado aos demais sob o ponto de vista financeiro, isso pode gerar um distanciamento.

É importante que cada membro da família viva com contentamento, equilibrando seus gastos com suas possibilidades. Empréstimos e ajudas constantes precisam ser trabalhados com muito critério. Pais que ajudam diferentemente os filhos devem cuidar para não haver ciúmes. Quando alguém da família destaca-se financeiramente, é necessário cuidar para que não haja inveja.

Atos 10.1, 2   Morava em Cesaréia um homem de nome Cornélio, centurião da corte chamada Italiana, piedoso e temente a Deus com toda a sua casa e que fazia muitas esmolas ao povo e, de contínuo, orava a Deus.

7. Separação Religiosa - quando um membro se converte, é importante que não se distancie de sua família.

Pode distanciar-se de hábitos nocivos anteriormente praticados, mesmo em família (ex. bebida), mas nunca deixar do convívio com quem ama. No caso de uma família cristã, quando um de seus membros se afasta dos caminhos do Senhor, é muito importante que os demais continuem demonstrando amor prático e presencial.

Josué 24.15   Porém, se vos parece mal servir ao SENHOR, escolhei, hoje, a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram vossos pais que estavam dalém do Eufrates ou aos deuses dos amorreus em cuja terra habitais. Eu e a minha casa serviremos ao SENHOR. Atos 16.31 "Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa"  

8. Separação pelos Agregados - a família cresce, os filhos se casam, chegam novos membros com cultura diferente.

É necessário crescer na tolerância e aceitação do que é diferente. Aqueles que querem "enquadrar" em tudo os que estão chegando certamente vão gerar barreiras. Cuidado nesta fase da vida. A falta de flexibilidade pode quebrar relacionamentos.

Rute 1.16   Disse, porém, Rute: Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus.

9. Separação pelo Enfado - algumas famílias caem na armadilha da mesmice, da rotina cansativa, monótona. Nada fazem de diferente. As conversas caem sempre na mesma vala.

É preciso romper a monotonia que gera enfado e tédio. Busque no Senhor e em pessoas amigas estratégia para reverter essa situação que pode males terríveis.

Joel 2.28   E acontecerá, depois, que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos velhos sonharão, e vossos jovens terão visões;

Diante da posição de Faraó, Moisés não recuou. Estava determinado quando declarou: Havemos de ir com os nossos jovens, e com os nossos velhos, e com os filhos, e com as filhas, e com os nossos rebanhos, e com os nossos gados; havemos de ir, porque temos de celebrar festa ao SENHOR.

Eu e você também temos que estar determinados a lutar contra toda tirania de separação em nossa própria casa. Assim como o Senhor ajudou Moisés e todo o povo a sair das garras do Egito, Ele quer nos libertar de todo o tipo de opressão sobre nossas famílias. Vamos lutar pela liberdade!

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com.

Leia Também
Deixa meu povo ir

Esgotamento físico e mental em pastores
O cuidado com a comunhão