Artigos

Compartilhe

Administração Geral

Só fé para mudanças?


Muita gente costuma dizer que tem  em Deus, que sua  é maior do que seus problemas ou suas dificuldades, que com  tudo se resolve, enfim, há pessoas que depositam na  a esperança para a solução de todos seus males. É como se a  fosse uma panaceia, um remédio milagroso que se toma em colherada tantas vezes ao dia e pronto. Os problemas estão resolvidos, as dificuldades deixam de existir, o impossível se torna possível, o pesadelo deixa de existir e dá lugar aos sonhos e a esperança.

Eu também penso assim, e creio que você também, mas, não podemos nos esquecer de que não basta ter fé, é preciso agir, é preciso sair da inércia e partir para a ação, é preciso executar os planos, é preciso transformar os pensamentos em ações concretas.

Isto está claro na Palavra, quando nos ensina em TG 2: 26 que " sem obras é morta".

Agir também

Os que só pensam, mas não agem, vivem a situação do paralítico relatada em Jo 5:1-9 que permaneceu à beira do tanque por trinta e oito anos na espera de alguém que o pusesse dentro deste, assim que as águas se movimentassem, mas, como não  aparecia ninguém para ajudá-lo ele lá ficava com sua fé (será mesmo?) e suas desculpas (Ninguém me ajuda).

Vejam bem, 38 anos esperando, com  (se não, ele não estaria ali), que alguém o ajudasse. Ora, por que será que ele não se ajudava a si mesmo? Porque era mais fácil dar desculpas do que agir para sair daquela situação.

Ele permaneceu estagnado 38 anos, ali ao lado do tanque, administrando o problema e em nenhum momento pensou em agir para transformar aquela vontade em solução, em algo concreto que realmente colocaria um ponto final em sua sofrida e angustiante situação.

Muitas vezes o agir é doloroso também, nos obriga a quebrar paradigmas, a romper com convicções há anos arraigadas dentro de nós, a promover uma mudança em nossas vidas, uma guinada completa em nossos caminhos, a pensar diferente e por isso nós preferimos dizer que temos fé e esperamos, esperamos, esperamos... e, quando nada acontece, damos as tão famosas e esfarrapadas desculpas "ninguém me ajudou".

Faça planos

Ora, ter fé em Deus, é uma forma de você dizer: "Senhor, aqui estou, me ajude a sair desta situação, pegue em minha mão e me conduza, faça de mim um instrumento de sua justiça, de sua grandeza e de sua glória".

Deposite sua fé em Deus, sim. Creia que ele está e estará sempre contigo, será sempre seu auxílio, o seu refúgio e seu socorro nos momentos mais difíceis, porque é assim que acontece, mas, faça a sua parte, planeje suas ações conforme está escrito em PV 21: 5 "Os planos do diligente tendem à abundância...", estabeleça seu foco como nos ensina Paulo em sua epístola aos Filipenses "... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para a que diante mim estão, prossigo para o alvo..." (FP 3: 13,14) e aja, transforme-se num autêntico membro do exército de Cristo, lute, combata, enfrente, e, vença. A  em Deus é sua armadura e sua Palavra é a arma para a sua luta.

Veja alguns exemplos daqueles que não se limitaram a ter fé em Deus, mas, lutaram, agiram, realizando, cada qual a seu modo e a seu tempo, suas obras, para demonstrarem sua fé e conquistarem seus objetivos: Isaque, plantou; Neemias, construiu; Jonatas, escalou; Jacó, lutou; Daniel, jejuou; Zaqueu, subiu numa árvore.

Para agir, basta mudar, mas, a mudança pode exigir, como nos lembra a Palavra em Ex 12: 8,9 "comer carneiro assado com cabeça, ervas amargas e vísceras".  

O que você se dispõe a fazer? Continuar a dar desculpas ou agir?

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site http://www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com.

Leia também
Metanoia e o impulso na gestão empresarial
Crescimento e mudanças
Pequenos hábitos, grandes resultados