Artigos

Compartilhe

Finanças e Contabilidade

Check-list de Risco: Finanças


Este check-list faz parte de uma série que iniciou com o artigo Saiba que riscos estão rondando a sua igreja. 

Temos muita facilidade em pregar sobre a importância de sermos servos, mas nem sempre ensinamos com a devida profundidade sobre o ser mordomo. O que um mordomo faz? Em síntese, cuida dos recursos de seu Senhor. Não para si mesmo, mas direcionando suas decisões aos interesses de seu Senhor. 

Neste aspecto, a área financeira de uma Igreja torna-se muito importante. Infelizmente, poucos exercem estas responsabilidades com o devido zelo, prudência e habilidade. 

O presente check-list tem por objetivo ajudá-lo a avaliar a área financeira da Igreja objetivando ajustes que se façam necessários. 

1 - O recebimento e a contagem de dízimos e ofertas durante os trabalhos da Igreja são feitos por pessoas: 
(  ) Por mais de uma pessoa de absoluta confiança com muito tempo no ministério – 1 ponto 
(  ) Por mais de uma pessoa de confiança, sem preocupar-me se está há muito tempo no ministério – 2 pontos 
(  ) Por mais de uma pessoa disponível no momento – 3 pontos 
(  ) Por uma única pessoa – 4 pontos

2 - Após a contagem dos valores recebidos é feito um relatório do total assinado pelos coletores: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

3 - Os recursos são depositados em um cofre do tipo “boca de lobo” para serem retirados no dia seguinte: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

4 - Os depósitos são efetuados no primeiro dia útil subseqüente à coleta: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

5 - Existe conferência dos depósitos feitos com o relatório do dia da coleta: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

6 - São enviados relatórios periódicos aos contribuintes que se identificam de forma a dar transparência e permitir que o próprio contribuinte confira seus valores: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

7 - Os pagamentos são feitos através de cheques assinados por duas pessoas em conjunto: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

8 - Uma das pessoas que assina costuma deixar alguns cheques em branco assinados: 
(  ) Nunca – 1 ponto 
(  ) Raramente – 2 pontos 
(  ) A maioria das vezes – 3 pontos 
(  ) Sempre – 4 pontos

9 - Existe definição de limites de autonomia para pagamentos e tais limites são respeitados: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

10 - Existe orçamento de entradas e saídas e tal orçamento orienta a contratação das despesas: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

11 - Existe provisão de caixa para a formação de uma reserva técnica de no mínimo um mês de despesas: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

12 - As despesas com pessoal estão abaixo de 60% do total de despesas: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

13 - Os investimentos com imobilizado estão abaixo de 20%: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

14 - As despesas estão abaixo das receitas mensais: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

15 - Campanhas financeiras têm sido feitas de forma planejada ao longo de períodos de forma a não pesar muito sobre o povo: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

16 - As receitas da Igreja provém em mais de 60% de dizimistas fiéis: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

17 - A contribuição com Missões atinge no mínimo 10% das receitas: 
( ) Sempre – 1 ponto 
( ) A maioria das vezes – 2 pontos 
( ) Raramente – 3 pontos 
( ) Nunca – 4 pontos

18 - Todas as obrigações previdenciárias, fiscais, trabalhistas e contratuais são pagas em dia: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

19 - Reuniões periódicas são feitas com finalidade específica de analisar a situação financeira da Igreja: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

20 - Existe uma prestação de contas anual, com relatórios examinados por um Conselho Fiscal que os aprova: 
(  ) Sempre – 1 ponto 
(  ) A maioria das vezes – 2 pontos 
(  ) Raramente – 3 pontos 
(  ) Nunca – 4 pontos

Faça a somatória dos pontos e identifique o risco: 

Até 26 pontos: risco baixo. Os cuidados básicos com os riscos relacionados aos cuidados, organização, controle e prestação de contas na área financeira estão sendo tomados. 
Entre 27 e 45: risco médio. A organização deve procurar um especialista na área para regularizar as ações que estão em desacordo com as boas práticas da mordomia e do zelo com as finanças. 
Acima de 46: risco alto. A organização deve rever com urgência os procedimentos e processos e deve cobrar do encarregado pela área financeira as providências cabíveis. A organização já pode estar sendo responsabilizada por perda ou possibilidade de dano.

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com.